Colcha de Retalhos

"O homem é um deus quando sonha e não passa de um mendigo quando pensa." Holderlin

Textos

AGONIA DO DESEJO
Quando fui aprisionada no jardim do olhar, pressenti que caminhava os passos cruciantes da paixão. A dor do gesto presente na incerta despedida, os sentidos suspensos entre as alturas do louvor e os abismos da ingratidão, o espírito em oração buscando a comutação das penas... Mísero coração! Em passos lentos, percebi o corpo tombar exaurido e se projetar no chão como uma lembrança angustiante... Quando tentei velar o morto, compreendi que a carne estava presa na minha alma em cruz e atravessei a noite insone para me desprender do desejo em agonia.
Helena Sut
Enviado por Helena Sut em 02/02/2007
Alterado em 04/02/2007


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras